Uma adolescente de apenas 17 anos, que cuidava de uma criança de apenas dois anos, resolveu dar um cigarro eletrônico para o menino fumar. Além disso, ela ainda publicou o vídeo em uma rede social, o Snapchat. O caso aconteceu nos Estados Unidos.Cigarros eletrônicos podem causar câncer e mutação genética

A polícia estadual da Pensilvânia informou que a adolescente estava cuidando da criança em St. Clair Township, no condado de Westmoreland, ela também estava na companhia de outra jovem de 18 anos.

No vídeo é possível ver que as duas acharam engraçado a criança experimentar o cigarro eletrônico.

A mãe do menino só soube do ocorrido após um policial ir à sua casa e mostrar o vídeo. As duas jovens estão sendo acusadas de colocar uma criança em risco.De acordo com o canal de TV WTAE, a criança está bem e não precisou de cuidados médicos.

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS