Kirill Tereshin, de 23 anos, conhecido mundialmente como o "Popeye russo", passou por uma cirurgia para remover cerca de 1,36 kg de músculo morto do braço esquerdo. Médicos avisaram o lutador de MMA que ele poderia morrer ou sofrer uma amputação caso não fosse submetido ao procedimento, segundo informações do jornal Daily Mail.Nas redes sociais Kirill exibe os músculos com publicações de fotos e vídeos. Ver essa foto no Instagram Решаю любые проблемы быстро и чётко, обращайтесь! #рукибазуки #видео #смешно #москва #собака Uma publicação compartilhada por Кирилл Терешин - Руки Базуки (@ruki_bazuki_official) em 29 de Jul, 2019 às 7:29 PDT O fisiculturista russo ficou famoso em todo o mundo pelos braços parecidos com o do personagem de desenho animado Popeye. De acordo com o site Daily Star, para ficar com essa aparência, Tereshin injetou cerca de três litros de vaselina em cada braço e não Synthol, substância que combina azeite, lidocaína e álcool benzílico, como ele tinha dito anteriormente.

Segundo o médico Dmitry Melnikov, responsável pela cirurgia, o fisiculturista terá que passar por pelo menos outras três operações.

O profissional explicou que a vaselina não é projetada para ser aplicada por injeção, mas apenas para uso externo. "Ela saturou os tecidos musculares e bloqueou o fluxo sanguíneo. Como resultado, o tecido morre e é substituído por uma cicatriz tão dura quanto uma árvore", disse Melnikov.

De acordo com o jornal Daily Mail, as injeções estavam provocando febre alta, dor e fraqueza em Tereshin. O médico disse que o lutador de MMA teve sorte do produto não ter se espalhado por outras partes do organismo. "A vaselina afeta todo o corpo, principalmente os rins."

Ainda de acordo com o jornal, Tereshin foi convencido a receber o tratamento pela ativista Alana Mamaeva, 32, que faz campanhas para ajudar vítimas de cirurgias plásticas que deram errado.

Em um vídeo divulgado por ela, o fisiculturista pergunta ao médico: "Quantos músculos eu perdi?"

O cirurgião responde que não tinha escolha no caso dele. "Você injetou [essa vaselina] tão completamente que se espalhou no músculo e o matou. Estava morto de qualquer maneira", afirmou.

Ainda de acordo com o médico, o fisiculturista vai recuperar o movimento do braço, mas os músculos falsos vão desaparecer.

Dmitry Melnikov disse também que, apesar do perigo, ele tem visto muitos casos de mulheres que injetam o produto nos seios, nádegas e outras partes do corpo.

"É traumático para o corpo, levando a enormes cicatrizes e sem tratamento médico termina mesmo com a morte", afirmou.

O rapaz está sem o movimento dos braços, mas deve recuperar, dizem médicos Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS