Um tema levantou polêmica, nesta terça-feira (31), nas redes sociais brasileiras: alguns usuários do Twitter revelaram que tomam ¼ do comprimido de Viagra, estimulante masculino, para ficarem com o pênis semi-ereto (o famoso “meia-bomba”) e dar a impressão que o órgão sexual é maior. “Algumas gays Ipanemers (de Ipanema) malham antes de ir pra praia pra manter os músculos inchados e tomam 1/4 de viagra pra ficar meia bomba o tempo todo e chamar atenção na praia. O desespero, meu pai amado”, contou um dos usuários do Twitter. Não demorou muito para que várias pessoas começassem a condenar o uso do medicamento para este fim.No entanto, algumas pessoas defenderam a utilização da droga para parecer “meia-bomba”. “Não se retoca a maquiagem toda vez que vai no banheiro?! Qual o problema disso gente? Na real. Agora a Pablo sair maquiada no rabo é um problema? Deixa cada um com seu rolê montação e vão aproveitar a bagaça do último dia do ano!”, escreveu um usuário da rede social.O Viagra é utilizado para o tratamento da disfunção erétil e deve ser usado apenas com recomendação médica. Segundo a bula do medicamento, já foram relatados eventos cardiovasculares graves com o uso, incluindo infarto do miocárdio, morte súbita cardíaca, arritmia ventricular, hemorragia cerebrovascular e ataque isquêmico transitório.Leia mais comentários sobre a polêmica.(Com informações do portal Metrópoles)

Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS