A menina Alyssa, de 8 anos, estava em seu quarto quando ouviu uma voz estranha se comunicando com ela.

Sua família, residente no estado do Mississipi, Estados Unidos, aproveitando uma promoção de Black Friday, compraram uma câmera de segurança, que foi instala no quarto da pequena Alyssa, para que pudessem conversar com a filha, no período noturno, enquanto trabalhavam.

Porém, o que era para assegurar a segurança e conforto da família, ocasionou a invasão de um hacker, que permaneceu assustando a menina por mais de cinco minutos:

Hacker- Olá!

Alyssa- Quem está aí?

Hacker- Sou o seu melhor amigo. Sou o Papai Noel.

(Em desespero, a menina chamou pela mãe)

Hacker- Sou o Papai Noel. Você não gostaria de ser a minha melhor amiga?

O hacker ainda diz para a menina que ela poderia quebrar a tv e procurá-lo em outros locais.

Ao perceber o que estava acontecendo, o pai de Alyssa correu para o quarto.

“Eu assisti ao vídeo e meu coração quase parou. Quase nem cheguei ao fim em que ela está gritando ‘mamãe, mamãe’”, relatou Ashley ao jornal WMC. “Eles poderiam ter assistido minhas filhas dormindo ou se trocando. Quer dizer, eles poderiam ter visto qualquer coisa. Honestamente, eu sinto que é alguém que nos conhece e está por perto”, disse.

A fabricante Ring informou que está investigando o crime, e disse que irá reforçar o aviso para que os seus clientes configurem a autenticação de dois fatores, ao criarem a conta para utilizar as câmera.

Em nota, a empresa Ring, fabricante da câmera, informou:

“A confiança do cliente é muito importante para nós. Levamos a segurança de nossos dispositivos a sério. Enquanto ainda investigamos esse problema e tomamos as medidas apropriadas para proteger nossos dispositivos, com base em nossa investigação, podemos confirmar que esse incidente não tem relação alguma com violação ou comprometimento da segurança da Ring.”

Outras famílias também relaram ter passado por semelhantes ataques.

Assista ao vídeo

Foto:

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS