As equipes das polícias Civil e Militar, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), prosseguem as buscas pelos envolvidos na morte do cabo PM Werbeton Moura Araújo, 32 anos, ocorrida em Ulianópolis, município do sudeste paraense, na manhã desta terça-feira (25). Cinco suspeitos de participação no crime reagiram à abordagem policial e morreram durante troca de tiros. Seis homens e uma mulher foram presos, e cinco armas foram apreendidas. A investigação está a cargo da Divisão de Homicídios de Agentes Públicos (DHAP).■ Vídeo mostra momento em que PM é executado dentro de viatura"Através da análise das imagens de circuito de segurança do local constamos que, ao perceberem a aproximação da viatura, um deles já saca a arma, e quando a viatura encosta, ele já atira. Então, acabou pegando o policial desprevenido. Durante a investigação também foi constatado que um dos homens mortos durante a intervenção policial, e o que foi preso, fazem parte de um grupo que pratica assaltos na região. A partir daí identificamos os seus parceiros e fomos ao local aonde eles poderiam ser encontrados, e logramos êxito. Ainda existe a possibilidade desta organização ter outros membros, e estamos trabalhando pra localizar e prender todos", informou o delegado-geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira.

Resposta - O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dílson Júnior, lamentou o ocorrido, que considera um crime grave não somente contra os policiais vitimados, mas contra toda a corporação. "Este é o reflexo do enfrentamento da Polícia Militar contra a criminalidade, desde o início do governo. É uma perda muito sentida por todos os irmãos de farda. Demos a resposta à sociedade, e assim será com todos os criminosos que atentarem contra a vida dos nossos policias", afirmou o coronel.

As informações sobre a prisão foram divulgadas pelo delegado-geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dílson Júnior. (Foto: Jader Paes/Agência Pará)

O cabo Moura atuava na 21ª Companhia Independente da Polícia Militar, com sede em Ulianópolis. Ele realizava ações de patrulhamento na cidade, na companhia dos demais integrantes da guarnição militar, no momento em que dois homens se aproximaram da viatura da PM e realizaram vários disparos. O militar foi atingido e morreu no local.

Armas foram apreendidas com os suspeitos. (Foto: divulgação/Polícia Civil)

O sargento José Ribamar Araújo Frazão, 44 anos, que fazia parte da equipe, foi atingido no braço e conduzido ao Hospital Municipal de Ulianópolis, onde foi submetido a uma cirurgia. O quadro dele é estável.

Força-tarefa - Militares de unidades vinculadas ao Comando de Policiamento Regional VI, sediado no município de Paragominas, e unidades do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), além das equipes de policiais civis da Superintendência Regional do Capim, realizam uma força-tarefa em toda a região.

Uma equipe do Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciap), da Polícia Militar, está prestando apoio aos familiares do cabo Moura, que há 9 anos e 5 meses atuava na corporação.

Esse tipo de video não é suportado em versões AMP. por favor, acesse a matéria e veja o vídeo:

http://dev.portal.diarioonline.com.br/noticias/para/571717/policia-prende-sete-suspeitos-de-envolvimento-na-morte-de-cabo-da-pm

Esse tipo de video não é suportado em versões AMP. por favor, acesse a matéria e veja o vídeo:

http://dev.portal.diarioonline.com.br/noticias/para/571717/policia-prende-sete-suspeitos-de-envolvimento-na-morte-de-cabo-da-pm

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS