Às vésperas de completar 42 anos, o estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão passará por uma nova reforma após 18 anos e com o objetivo de transformar o principal estádio do estado em arena multiuso.O anuncio veio através do governador do estado, Helder Barbalho, durante o lançamento do Campeonato Paraense de 2020, na última quinta-feira (16), no Centur, em Belém.

Ana Paula Azevedo / DOL

De acordo com Helder, uma coletiva a imprensa será realizada na próxima terça-feira (21), onde irá apresentar o projeto do novo estádio, onde já se sabe que as cadeiras ficarão niveladas ao gramado de jogo e outras adequações serão feitas, nas dependências internas do estádio, além da ampliação das rampas de entrada e saída do Mangueirão.Ainda segundo o governador, as decisões em torno das obras no Mangueirão não serão tomadas de forma individual: clubes e dirigentes serão ouvidos sobre o assunto, a fim de atender as condições de segurança e trabalho, tanto para torcedores, quanto para jogadores.“Espero que o Mangueirão seja mais confortável e seguro, ao ponto de facilitar chegada e saída dos torcedores”, diz o torcedor do Paysandu, Paulo Cabral.Já para o azulino Alexandre Silva, a reforma no estádio também permite a visibilidade do estado em grandes eventos. “Será muito bom ver o nosso estádio moderno e bonito, a ponto de receber,quem sabe, grandes jogos e eventos esportivos aqui”.Além do estádio Mangueirão, o estádio Barbalhão, em Santarém, também será reformado. O início das obras está previsto para o segundo semestre.

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS