Os

disputados assentos da frente na plateia do Globo de Ouro parecem não estar tão

atrativos na 77ª edição do prêmio, que acontece neste domingo (5) em Los

Angeles, nos Estados Unidos. Isso para evitar as piadas, muitas vezes ácidas,

do ator e comediante Ricky Gervais, 58, anfitrião do evento.

Segundo o

jornal Daily Mirror, pelo menos quatro artistas do primeiro escalão de

Hollywood pediram para serem retirados das mesas mais próximas do palco.

"Normalmente, grandes estrelas clamam pelos melhores assentos. Mas agora o

sentimento é que, embora ele [Ricky Gervais] escreva seu monólogo com

antecedência, qualquer um em sua linha de visão pode ser vítima", disse

uma fonte do evento.

A publicação

recorda alguns nomes que já foram alvos de Ricky, que apresenta o evento pela

quinta vez neste ano, como Ben Affleck, Ashton Kutcher, Elton John e Charlie

Sheen. Em 2016, o comediante chegou a ser chamado de transfóbico por fazer uma

piada envolvendo a atriz Caitlyn Jenner, 70, pai de Kylie e Kendall Jenner.

Um agente de

atores afirmou ao jornal New York Post que alguns de seus clientes se preocupam

com as piadas: "Eles ficam animados quando estão se vestindo para o Globo

de Ouro, é realmente a festa do ano, mas, com Ricky como anfitrião, eles ficam

nervosos. Alguns tentam ser discretos para não serem notados", afirmou.

No Globo de

Outro deste ano, a Netflix é a campeã de indicações, com 17 indicações em

televisão e mais 17 em cinema. Das dez principais nomeações em cinema -cinco

para melhor filme de drama e mais cinco para comédia ou musical-, quatro são

produções da empresa de streaming.

Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS