Quatro dos seis ganhadores do XI Festival da Música Popular Paraense, promovido pela RBA, visitaram a sede do Grupo RBA na manhã desta quinta-feira (5). Na ocasião, eles

foram recebidos pela coordenadora de marketing do Grupo, Marcelle Maruska, que

entregou a premiação em cheque aos vencedores.

O primeiro lugar foi do educador

musical e compositor Diego Xavier, com a música "Sou Belém do Pará".

Com o cheque de R$ 15 mil em mãos, ele leva o bicampeonato na competição.

“Esse é o único festival que dá

visibilidade para a nova geração. A gente encontra um espaço onde podemos

divulgar nossas composições e fazer novas parcerias. Além de compor, fui intérprete,

uma responsabilidade enorme. E, conseguir esse bicampeonato é especial, é uma

grande honra”, disseEm segundo lugar ficou Pedrinho Callado, com a premiação de R$ 10 mil pela composição de “Anauê Boi Bumbá”. Ele destaca a organização do prêmio e a oportunidade que os artistas têm em mostrar seus talentos.

“Participar do festival sempre é muito bom, é um momento de comunhão, encontrar os amigos, tocar num espaço maravilhoso e com essa produção maravilhosa sempre é incrível. Já participei outras vezes e espero sempre estar presente, pois é uma excelente porta de divulgação a todos”, afirma Pedrinho.

O compositor Almino Henrique

ficou com a terceira colocação e se consagrou com a música “Mãe Terra”, um

samba batucada composto por ele e interpretado por Júnior Bambo. Para Almino,

ser um dos premiados vai muito além da valorização à música paraense. “Esse

festival sempre é muito bom, ele nos potencializa, nos dá uma projeção. Estar

entre os três é muito especial. A gente olha adiante. A gente se prepara pra

ele, eu componho pra ele”, acredita o músico.

Arquivo

A música "Flores Despetaladas"

ganhou como o Melhor Arranjo, do compositor Ziza Padilha. O compositor já é

veterano no Festival, participa desde a primeira edição, e escolheu um tema

delicado que emocionou a todos: o drama vivido por mulheres escalpeladas.

“Achamos muito

importante falar sobre esse tema. Sempre buscamos nos atualizar, buscar algo da nossa

realidade. Por ser uma música tocante e ainda por cima ser premiada, assim

sabemos que estamos seguindo um caminho bom”, afirmou.

O quarteto recebeu a premiação da coordenadora de mkt do Grupo RBA. Marcelle Maruska Ricardo Amanajás/Diário do Pará

Para a coordenadora de marketing, Marcelle

Maruska, todo o sucesso do festival só é possível graças a grandes

patrocinadores que acreditam e valorizam o artista e a cultura paraense. “O

incentivo que temos das grandes empresas como a Vale e Parque Shopping são essenciais.

São empresas que apoiam que apostam e que dão as mãos junto com a gente para

essa valorização cultural, para que a gente se fortaleça cada vez mais e dê

oportunidades aos nossos músicos. Isso é fantástico”, finalizou.

Andréa Pinheiro ganhadora como

Melhor Intérprete e Jacinto Kahwage como Melhor Compositor não puderam estar

presentes.

O festival é uma realização do Grupo RBA, com coordenação da Marco Eventos e patrocínio da

Vale e do Parque Shopping.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Your browser doesn't support HTML5 video.

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS